RBTV #9: Sumário

Notas Proêmias

José Francisco Borges, conhecido como J. Borges, nasceu na cidade de Bezerros, Pernambuco, em 1935, onde deu início a sua vida artística, escrevendo, ilustrando e publicando os seus folhetos.

Esse artista é conhecido mundialmente, por ser mestre da literatura de cordel. Xilogravurista consagrado, é considerado por Ariano Suassuna o maior gravador popular do Brasil.

A xilogravura áudio-descrita tem dimensões originais de 17cm x 8 cm.

Reprodução da tela

Xilogravura do J. Borges, original e assinada pelo artista.Tema: Iemanjá .

Áudio-descrição

Duas sereias de perfil dão-se as mãos. São brancas, tem cabelos pretos, lisos, longos, que se estendem para trás, afastando-se do corpo.

A sereia que está mais à frente é grande, tem o rosto alongado e olhos pequenos. O nariz dela é afilado, os lábios são finos e o queixo é arredondado. Ela apresenta pescoço pequeno e braços longos e finos. Um tecido vermelho com partes brancas, lembrando escamas cobre o busto da sereia, cujos seios são médios e levemente pontudos. A calda larga, vermelha, com escamas brancas se estende até a lateral inferior esquerda da imagem.

A sereia traz o braço esquerdo levantado, levemente flexionado, com a mão aberta em frente ao rosto. Com o braço direito estendido para trás, ela segura a mão esquerda de uma sereia menor.

A sereia menor tem o rosto alongado e o olho direito pequeno. O nariz dela é afilado, os lábios são grossos e levemente arqueados para baixo. Ela possui queixo arredondado, pequeno e largo. Apresenta braços longos e finos. Um tecido verde com partes brancas, lembrando escamas cobre o busto da sereia, e desce delineando-lhe a calda larga, que se estende até tocar a parte posterior da ponta da calda da sereia maior. A sereia menor está com o braço direito em frente ao corpo, a mão aberta com dedos juntos que apontam para a frente.

No canto esquerdo superior da imagem, sol amarelo, com raios triangulares, alongados que quase chegam a tocar as costas da sereia menor. O sol tem sobrancelhas amarelas, angulares, grossas e emendadas. O nariz dele é arredondado e a boca pequena, formada por um semicírculo arqueado para cima.

Abaixo da calda da sereia maior, em uma faixa preta, em letras brancas e maiúsculas, lê-se: IEMANJÁ J. BORGES.

Trabalho de tradução intersemiótica, orientado pela professora Fabiana Tavares, durante o curso da disciplina “Aquisição da Língua (linguagem)”.
Áudio-descrição originalmente apresentada na Faculdades Integradas da Vitória de Santo Antão e na III Mostra Pernambucana de Áudio-Descrição “Imagens que Falam”, UFPE/2011.


Sumário

Seção Principal

Relato de Experiência

Foto-Descrição

Published by