Notas Proêmias Esref Armagan, pintor cego, nasceu em 1953, na Turquia, numa família pobre. Enquanto criança não recebeu nenhuma instrução formal, aprendeu a escrever sozinho, já adulto. Ao pintar, primeiro faz um desenho em relevo com um punção. Depois, com os dedos, pinta camada a camada. Aplica uma cor de cada vez, esperando a primeira … Continue reading RBTV #8: Sumário
undefined
Audio Description Worldwide Consortium
Áudio-descrição da logo da RBTV: Revista Brasileira de Tradução Visual. Em um fundo branco, a mão direita faz a letra t em libras. O indicador e o polegar se cruzam, os demais dedos ficam erguidos. Próximo ao indicador há, em verde, 3 ondas sonoras. Abaixo da mão, lê-se RBTV, com letras verdes e com letras Braille em preto.

RBTV #8: Sumário

Notas Proêmias

Esref Armagan, pintor cego, nasceu em 1953, na Turquia, numa família pobre. Enquanto criança não recebeu nenhuma instrução formal, aprendeu a escrever sozinho, já adulto.

Ao pintar, primeiro faz um desenho em relevo com um punção. Depois, com os dedos, pinta camada a camada. Aplica uma cor de cada vez, esperando a primeira secar, para aplicar a segunda, técnica que desenvolveu sozinho.

Amagan declara, em seu site (www.armagan.com), que precisa sentir-se “dentro” de sua pintura.

O Sr. Armagan é casado e tem dois filhos. Em 35 anos de trabalho com a pintura, já realizou mais de 20 exposições na Turquia, na Holanda, na República Checa e nos Estados Unidos.

A respeito de seu trabalho, John M. Kennedy, professor da Universidade de Toronto, um dos maiores pesquisadores sobre a capacidade de pessoas com deficiência visual produzir e reconhecer desenhos, diz:

Sr. Armagan é uma figura importante na história das artes, e na história do conhecimento. Seu trabalho é notável. Fiquei impressionado com os desenhos que ele fez, tanto quanto por seu trabalho com pintura. Ele demonstrou, pela primeira vez, que uma pessoa cega pode desenvolver habilidade pictórica igual à representação pela visão. Isso nunca tinha acontecido antes na história das artes. (www.armagan.com)

Nos estados Unidos, as obras de Armagan podem ser vistas no Museu de Arte Moderna e no Metropolitan Museu, de Nova Iorque.

Reprodução da tela

Fonte: http://www.forumdas.net/saglikli-yasam/gorme-engelli-ressam-esref-armagan-14588/

Áudio-descrição

A tela, pintada a óleo, retrata uma paisagem com montanhas, vegetação e queda d’água, sob o céu azul. No primeiro plano, à esquerda, de uma colina verde, desce uma pequena cascata de águas azuis, que se transforma em uma espuma branca ao tocar o rio, que corre para a direita, ao pé da colina. Na margem esquerda da cascata há uma pequena encosta de pedras marrons, recoberta com flores vermelhas, rosas, carmins, brancas e outras. Acima, para a direita da cascata, há dois pequenos pinheiros verde-escuros, e, mais atrás, à esquerda deles, há três grandes pinheiros. À direita da cascata, uma colina maior, em diferentes tons de verde, estende-se, paralela ao rio, em cuja margem há quatro árvores juntas, com copas que se tocam. Na margem oposta a das árvores, na parte inferior da tela, há muitas flores brancas com o miolo vermelho e laranja. Ao fundo da tela, duas grandes montanhas cinza, com picos cobertos de neve, aparecem sob o céu azul, com nuvens brancas. No lado inferior esquerdo da pintura, leem-se as iniciais E. A.


Sumário

Seção principal

Relato de experiência

Como citar esse artigo [ISO 690/2010]:
Lima Rosângela A. Ferreira 2011. RBTV #8: Sumário [online]. [visto em 19/ 11/ 2018]. Disponível em: http://audiodescriptionworldwide.com/rbtv/rbtv-8-sumario/.
Revista Brasileira de Tradução Visual

Este artigo faz parte da edição de número volume: 8, nº 8 (2011).
Para conhecer a edição completa, acesse: http://audiodescriptionworldwide.com/rbtv/rbtv-8-sumario.

Published by

Leave a Reply